Conheça as 4 principais diferenças entre telefonia digital e analógica

Conheça as 4 principais diferenças entre telefonia digital e analógica


O surgimento da tecnologia de Voz sobre Protocolo de Internet (VoIP) ajudou a transformar a forma como as empresas se comunicam, colaboram, promovem seus produtos e serviços e atendem seus clientes. Antes de migrar para o VoIP, muitas dúvidas costumam surgir sobre quais são as principais diferenças entre telefonia digital e analógica.

Conheça as 4 principais diferenças entre telefonia digital e analógica

Devido aos benefícios do VoIP, muitas empresas estão abandonando seus tradicionais telefones fixos. No entanto, como exatamente esses dois sistemas de telefone diferem? Quais são as principais diferenças entre telefonia digital e analógica? Por que vale a pena fazer a migração?

Para ajudá-lo a tomar a melhor decisão, abaixo destacamos as principais diferenças entre telefonia digital e analógica.

Aproveite para ler também:

As 4 maiores diferenças entre telefonia digital e analógica

1. Tecnologia

Uma das principais diferenças entre telefonia digital e analógica é a tecnologia utilizada para transmitir chamadas telefônicas.

Os telefones analógicos dependem da Rede Telefônica Pública Comutada (PSTN) para transmitir chamadas, ou seja, a rede de fios de cobre e fibra óptica que transportam dados de voz analógicos. Os usuários que utilizam a telefonia analógica podem esperar ótima qualidade de som, mas tarifas altas e recursos básicos.

Telefones VoIP, por outro lado, usam a internet para enviar e receber chamadas, convertendo voz em pacotes de dados. A eliminação do uso de fios de cobre e trocas físicas permitiu que os usuários desfrutassem de tarifas de chamada mais baixas com ótima qualidade de som e muito mais recursos.

2. Equipamento

Ligar para telefônicos tradicionais exige que você tenha um aparelho físico conectado à PSTN. Já a telefonia digital é muito mais flexível quando se trata de equipamentos.

Além de optar por telefones IP, que são equipamentos físicos que se conectam à internet e possuem diversos recursos avançados, você pode também fazer chamadas VoIP a partir de um computador, utilizando um softphone, software que simula um aparelho telefônico. Conectar um ATA (Adaptador para Telefone Analógico) em seu telefone comum permitirá que ele receba chamadas VoIP, mas com recursos limitados se comparado a um telefone IP.

Leia também:

Conheça as 4 principais diferenças entre telefonia digital e analógica

3. Recursos

Com um telefone fixo tradicional, os usuários ficam, muitas vezes, presos a um conjunto de recursos limitados. Além de chamadas domésticas e internacionais, os serviços telefônicos tradicionais oferecem recursos como identificação de chamadas, encaminhamento de chamadas, bloqueio de chamadas, chamadas em espera e correio de voz.

Soluções de telefonia VoIP, entretanto, incluem todas estas características básicas de chamada e mais uma extensa gama de funcionalidades avançadas como atendedor automático, encaminhamento avançado de chamada, fila de chamadas, videoconferência, integração com aplicativos de negócios, aplicativos para celular, gravação de chamadas e muito mais.

4. Escalabilidade

Negócios que estão em constante crescimento precisam ajustar seu sistema de telefonia de acordo com as necessidades atuais, o que significa adicionar linhas ou usuários. Esse pode ser um grande problema com a telefonia analógica, já que provavelmente você precisaria chamar um técnico no local para realizar as mudanças, o que poderia ser um processo caro e demorado.

O sistema VoIP, por outro lado, é altamente escalável. No sistema automatizado da TW Solutions, por exemplo, você pode facilmente contratar novas linhas e/ou ramais com apenas alguns cliques. Seu negócio pode começar com apenas um usuário e aumentar o número de linhas conforme se expande.

Quer conhecer melhor todas as soluções VoIP da TW Solutions? Acesse nosso site!

Site TW Solutions

2018-11-23T18:33:19+00:00segunda-feira, 28 novembro 2016|Telefonia VoIP|0 Comentários

Sobre o Autor:

Trabalha com sites, SEO e produção de conteúdo para a web. Em 2011 criou a Pandartt e hoje assume a direção da agência. Paralelamente, tem outros quatro projetos: Mapa dos Bichos, Viva Com Felicidade, O Nexxus e BlogGeek.

Deixar Um Comentário