Migrar PABX para a nuvem: como fazer o procedimento?

Migrar PABX para a nuvem: como fazer o procedimento?


Se você está considerando migrar PABX para a nuvem, aproveite este guia prático de migração e lista de verificação para entender o que realmente está envolvido ao mover seus telefones comerciais para a nuvem.

Em suma, migrar PABX para a nuvem consiste em um projeto de implementação repleto de erros, momentos estressantes e muito agravamento se você não estiver preparado.

Este artigo abordará os seis estágios principais do processo de migração e planejamento até a implementação, para que você possa planejar adequadamente e ter confiança em cada etapa do processo.

Por que mais empresas estão migrando PABX para a nuvem?

A nuvem foi além do estágio de novidade e agora é uma plataforma segura e madura para serviços de negócios de todos os tipos. Atualmente, a maioria das empresas está na nuvem e muitas empresas desenvolveram um ambiente de várias nuvens para fornecer redundância e confiabilidade adicionais.

A exceção é encontrada naqueles que se opuseram às mudanças inevitáveis, apegando-se às tecnologias antigas e resistindo a migrar PABX para a nuvem.

Mas você só pode resistir às tendências por um certo tempo tempo. Afinal de contas, mais cedo ou mais tarde, todas as empresas moverão toda ou parte de suas comunicações para a nuvem – e isso inclui serviços telefônicos.

Por que migrar PABX para a nuvem?

Todos conhecemos o velho ditado “se não está quebrado, não conserte”. Mas, em um mercado de tecnologia de negócios em constante evolução, você não pode contar com equipamentos obsoletos e deficientes se quiser competir com outras empresas em sua área. Isto é, se você não quiser ficar para trás, em algum momento precisará se adaptar à modernização.

Sem dúvida, os sistemas telefônicos de PABX cloud oferecem melhorias significativas em eficiência, flexibilidade, confiabilidade e economia de custos em relação aos sistemas PABX tradicionais. Não há como fugir disso. Afinal, outro velho ditado diz que “todas as coisas boas devem chegar ao fim”.

Isso significa que não importa o quão bem o seu PABX atual o tenha atendido, chegará um momento em que ele não será mais suportado. Assim, os fornecedores de PABX de todas as faixas reconhecem essa realidade e estão migrando para as soluções de PABX cloud.

PABX cloud

Você pode achar que suas atualizações de PABX estão se tornando menos frequentes e seu suporte menos útil. De fato, muitas empresas observam com carinho os equipamentos com os quais “cresceram” nos negócios.

Mas, infelizmente (ou não), eventualmente todas as soluções herdadas chegam ao fim de seu ciclo de vida. Então, são transportadas sem cerimônia para o monte de lixo da história do sistema de comunicação.

Ou seja, por que os provedores de sistemas telefônicos existentes devem continuar a dedicar a maior parte de sua pesquisa e desenvolvimento aos sistemas dos quais as empresas estão se afastando?

Atualmente, muitas empresas estão concentrando grande parte de seus esforços no futuro do PABX cloud. Desse modo, eles estão oferecendo mais opções para preencher a lacuna com alternativas híbridas para acesso a recursos de comunicação baseados na nuvem e opções não disponíveis para usuários herdados de PABX.

Isso é especialmente verdade para a plataforma Call Center, com a mudança da funcionalidade multichannel para as tecnologias omnichannel.

PABX virtual

Livrar-se de sistemas antigos pode ser um processo um pouco emocional, como a perda de um velho amigo. Mas descobrir as opções de personalização e programação de novos sistemas baseados em nuvem pode ajudá-lo a superar isso.

E mesmo que você renuncie a algum controle confiando seu PABX a provedores de serviços em nuvem, ficará encantado com todas as possibilidades disponíveis para cada usuário de telefone para configurar seus próprios recursos ou adicionar novos no PABX virtual.

A seguir, veja os seis passos para migrar PABX para a nuvem e aproveitar da melhor forma essa nova tecnologia em sua empresa!

6 passos para migrar PABX para a nuvem

Passo número 1: avaliação e planejamento

O fator mais relevante em qualquer mudança em serviços de missão crítica, como é a rede corporativa, é o planejamento de tudo até o último estágio. Ou seja, quanto mais tempo for dedicado ao planejamento, mais certeira e segura será a migração final.

Por exemplo, a fase de avaliar quaisquer projetos de migração é, de certo modo, um caso de fazer as perguntas corretas e se orientar pelas respostas em direção a uma solução precisa.

Portanto, tome o tempo necessário para análise dos resultados de avaliação, permitindo o suficiente de tempo para implementar alterações de rede IP de infraestrutura antes da iniciação dos testes de aplicativo e telefonia IP. Isso irá evitar que as expectativas sejam aumentadas para, em seguida, a base de usuários ser decepcionada.

Para garantir um design eficiente, algumas perguntas devem ser respondidas a princípio. Por exemplo:

  • É preciso me conectar às infraestruturas existentes de voz?
  • Atualmente, estão em uso quantas linhas recebidas da PSTN, ou seja, da rede de telefonia comutada pública?
  • Quantas chamadas devem ser atendidas durante a hora ocupada?
  • Qual será o registro em proporção de chamadas?
  • Quais níveis são esperados para o uso de aplicativos de colaboração, aplicativos de presença, aplicativos de conferência, entre outros?
  • Qual o crescimento potencial no número de aplicações e ramais?
  • Quais os recursos adicionais que devem ser introduzidos para agregar valor a empresa, como reconhecimento automático de fala e texto para fala?
  • Quais serviços são dependentes da atual estrutura, como máquinas de cartão, monitoramento, central de alarmes, etc?
  • O volume de chamadas será suportado pela rede?
  • As demandas de voz e dados serão suportadas pelo link de internet?
  • Os ramais remotos e home office são atendidos pela política de segurança?

A resposta para essas questões auxiliarão o gerente de TI a optar pelo sistema de telefonia mais apropriado, implantando uma solução que possa atender a todas as necessidades do negócio, além de oferecer uma rede com funcionamento de alto desempenho.

Passo número 2: testes

A regra é bastante simples: seus testes devem ser planejados com cuidado, isto é, não se deixe pressionar para que a fase de migração seja encurtada. Afinal de contas, o ambiente para teste é de suma importância, pois é durante ele que o gerente identifica áreas de fraqueza.

Além disso, como as redes de dados novas estarão carregadas de quantidades grandes de tráfego, é importante também testar e carregar o sistema.

Em suma, existem dois modos de implementar um PABX IP em software: SaaS (software como serviço, com tudo rodando na nuvem) e on premise (instalado localmente nos servidores da empresa).

Sem dúvida, ambos possuem seus próprios méritos, contanto, o PABX virtual oferece maior disponibilidade e sofre menor interferência.

O uso de telefone IP vem auxiliando as empresas a se fazerem presentes não apenas de modo local, como também global. Afinal, o mundo de telefonia do lado de fora do escritório também está mudando.

Em linhas gerais, são três os fatores que contribuem para essa mudança: o aumento de banda larga disponível, o aumento de provedores de tronco SIP e a disponibilidade de portabilidade de número existentes.

Por exemplo, a banda larga permite que funcionários da empresa pratiquem o home office através de VPNs, redes virtuais privadas, de modo a ter acesso às redes corporativas de dados.

Isso também permite que os praticantes de home office façam parte de uma solução de telefonia IP estendida, com acesso às aplicações de teor corporativo, garantindo, assim, uma produtividade maior para os trabalhadores domésticos e remotos.

Adendo

Não menos importante, é ideal que sejam executados testes de velocidade, bem como tempo de respostas e parâmetros similares que analisem a performance de rede.

A linha IP proporciona à empresa números de localidades diferentes. Por exemplo, uma empresa da capital do Rio de Janeiro poderá ter números de telefone de outras cidades, estados ou até mesmo países, estreitando as relações com parceiros e clientes.

Devido à portabilidade, a migração para telefonia IP pode ser executada de maneira segura e simples. Entretanto, existem alguns critérios técnicos que pedem atenção, como provedores VoIP que fazem a disponibilização de numeração nova para localidade, contudo, não aceitam portabilidade. Por isso, é importante consultar com antecedência.

Passo número 3: trabalhos paralelos

No terceiro passo, são executadas as primeiras implementações em paralelo com as soluções já existentes para assegurar que esteja disponível um recuo.

Portanto, empregue testes com o máximo de proximidade possível dos cenários reais, incluindo um número suficiente de usuários para que o sistema seja efetivamente desafiado, permitindo uma avaliação satisfatória do resultado.

Crie e solucione cenários possíveis, avaliando para facilitação da gestão, controle e mudança. Considere com cuidado a duração de testes, Afinal, essa deve ser longa o bastante para a coleta de informações necessária e a familiarização dos usuários com o novo equipamento e sistema.

Em geral, esse período demanda cerca de 8 a 10 semanas.

Passo número 4: avaliação

De modo que seja fornecida uma estratégia perfeita de migração de telefonia tradicional para telefone IP, os usuários devem ter a capacidade de operação sem dificuldades nos dois ambientes.

Em outras palavras, a implementação de uma telefonia nova não pode afetar a operação pré-existente ou conflitar com as práticas de trabalho cotidianas dos usuários.

Um tempo de treinamento deve ser alocado para os usuários. Afinal de contas, raramente as empresas são estáticas, e os sistemas usados devem ter a capacidade de crescimento ou redução à medida em que as exigências e as práticas da empresa mudam.

Em um mundo tecnológico em que a mudança é constante, as empresas também devem ser capazes de incorporar tecnologias modernas e inovadoras para ganhar destaque frente à concorrência.

Passo número 5: teste, eduque e reavalie

O teste de aplicativo secundário deve ser suficientemente longo para que usuários, de fato, se familiarizem e aprendam como utilizar o sistema. Em linhas gerais, isso exige estimadamente 6 semanas, no entanto, é recomendado que 12 semanas sejam separadas para essa adaptação.

Uma segunda parte importante do processo de qualquer teste é a educação da base de usuários finais, ou seja, a garantia de que eles entendam o que a solução representará para eles, em especial os benefícios identificados para o usuário final.

Se a base de usuários tiver obtido o serviço durante o processo, é importante treiná-los. Isso vai assegurar que eles estejam preparados para usar o sistema novo.

Sem dúvida, isso acarretará recompensas, uma vez que dará destaque às melhorias. Porém, é importante lembrar de apoiar o julgamento com análises. Isto é, ainda que uma avaliação tenha sido realizada, isso não significa que uma segunda não seja necessária.

Passo número 6: migração

Uma vez executado o planejamento, a educação e as reavaliações após os testes concluídos e bem-sucedidos, a seleção da solução apropriada para migrar PABX para a nuvem deve ser simplificada. Igualmente como nas etapas anteriores, a migração para PABX virtual também exige um planejamento fundamental.

Não obstante, as lições devidamente aprendidas na fase de preparação e ensaio com certeza ajudarão a facilitar a aplicação do novo sistema.

Algumas questões-chave a serem consideradas durante o último passo de migração são: o hardware, os servidores, os roteadores, os switches.

Em outras palavras, esteja certo de que a solução está efetivamente adequada ao propósito, contando com a capacidade de suportar aplicações futuras. Antes que a troca dos aplicativos seja feita, o desempenho e funcionalidade da infraestrutura IP devme ser totalmente testados.

Portanto, é necessário alocar alguns recursos para possíveis soluções de problemas bem como para necessidades de treino. A segurança não deve ser descuidada, o que significa que sistemas devem ser implementados para conterem possíveis ataques à plataforma de telefonia.

Nos primeiros estágios de migração, é de extrema importância proteger e identificar as áreas – tanto digitais quanto analógicas –, bem como de dados de rede. Além disso, também é vital que um ciclo de educação, implantação, treinamento e avaliação seja realizado em cada uma das etapas de trajeto da migração.

Uma dica é aplicar esse passo após os grupos e equipes de usuários finais serem movidos. É importante destacar como recomendação que a implementação não deve ser apressada até que a empresa esteja totalmente segura da mudança.

Qual PABX virtual escolher?

O PABX virtual da TW Solutions é uma solução segura voltada para empresas. O sistema consiste em telefonia baseada em nuvem, com acesso realizado por intermédio da rede IP.

O PABX da TW conta com o poder de atender a totalidade de suas necessidades empresariais de comunicação e muito mais.

Ao migrar PABX para a nuvem, a TW Solutions remove os pontos de falha e cria um ponto único de controle voltado para a infraestrutura telefônica. Isto é, uma vez que sua equipe conte com acesso à internet nos dispositivos móveis, todo o grupo terá o poder de se comunicar quando e onde quiser. Então, entre em contato conosco hoje mesmo e saiba mais

Entre em contato e encontre a melhor solução!

NOME*
EMPRESA *
ENDEREÇO DE E-MAIL *
NÚMERO DE TELEFONE

ASSUNTO

COMO PODEMOS TE AJUDAR?

Soluções da TW-Solutions

Nossa Plataforma foi desenvolvida 100% com APIs em todas as funções do PABX Virtual.
Se você precisa integrar seu CRM ou ERP com sua telefonia, entre em contato conosco.

Nosso PABX Virtual é baseado em Asterisk e desenvolvido 100% por nossa equipe de desenvolvimento. Com mais de 5 anos de vida a nossa plataforma esta homologada em mais de 1500 clientes em diversos tamanhos e seguimentos.

A P.A Virtual ou P.A Digital da TW Solutions é uma solução automatizada de atendimento cognitivo multicanal que pode ser integrada com plataformas como WhatsApp, Skype, Facebook Messenger e Telegram, tornando o atendimento ainda mais integrado, centralizado e ágil.

Temos planos de E1 SIP ilimitados Fixo e Móvel.
SIP Trunk com Gateway ISDN ou R2
Integramos a nossa tecnologia em sua estrutura independente da sua tecnologia atual.

Conheça o nosso PABX Virtual

O que achou do nosso blog?

Deixe sua Avaliação
5/5

Conheça nosso PABX Virtual

Duvidas sobre seu projeto? Fale com o Diretor

18403200_10213382298059927_4459254293245502176_n

Leonardo Ferreira

Diretor

Caso tenha alguma dúvida sobre Telefonia Digital e a aplicação na sua empresa, fale comigo. Estou à inteira disposição.

2020-04-19T15:41:31-03:00domingo, 19 abril 2020|PABX Virtual|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário