Tirando melhor proveito dos recursos de um switch

Tirando melhor proveito dos recursos de um switch


Os recursos de um switch estão cada mais vez mais robustos, o que permite aprimorar a qualidade no processo de comunicação, agilizar configurações e garantir muito mais segurança em toda a rede.

Para que você possa tirar melhor proveito do seu equipamento e aproveitar os recursos de um switch, enumeramos a seguir 5 configurações que podem ser realizadas a fim de melhorar ainda mais sua estrutura de rede.

1

1. Port Security

Essa é uma tecnologia disponível em apenas alguns linhas de equipamentos que permite que o administrador da rede adicione uma camada de segurança dentro da camada de acesso sem que seja necessário comprar novos dispositivos ou adquirir novas licenças.

O Port Security atua permitindo que apenas endereços MAC (físicos) cadastrados possam conectar-se a uma porta do switch. Esse é um dos melhores recursos de um switch, já que tem como objetivo impedir que um usuário se conecte à rede sem a devida autorização.

2. VTP (Vlan Trunk Protocol)

Empresas de médio ou grande porte podem tirar grande proveito desse recurso que é comumente encontrado em switches da marca Cisco.

Através do VTP, fica mais fácil configurar diversas redes locais virtuais (VLANs), já que o recurso permite que um “switch principal” ou “switch servidor” possa gerenciar todas as configurações das redes locais virtuais de forma centralizada.

Resumidamente, o administrador de rede cria todas as redes locais virtuais em apenas um switch, chamado de principal ou servidor, e este fica responsável por replicar suas configurações para os outros switches “secundários”.

2

3. NetFlow-Lite

Esse é um recurso que serve para coletar pacotes aleatoriamente, classificá-los em fluxos e medir os fluxos de estatísticas à medida em que os pacotes chegam ao switch.

Em outras palavras, esse é um dos recursos de um switch responsável por monitorar o tráfego e que pode ser bastante útil para obter uma melhor visibilidade sobre quando, onde e como determinados protocolos foram utilizados.

4. LACP (Link Aggregation Control Protocol)

Se você quer evitar pontos de falha e melhorar a redundância dos links entre os equipamentos de sua rede, pode configurar o Link Aggregation Control Protocol em seu switch.

Esse recurso, como o próprio nome já indica, permite que seja realizada a agregação de várias conexões físicas de rede em um só ponto de conexão. O administrador se torna capaz de transformar diversas portas físicas do switch em uma porta lógica, o que aumenta a largura de banda entre todos os equipamentos.

5. Auto Smartports

Esse recurso só está presente em dispositivos da marca Cisco e permite a configuração dinâmica das portas de um switch com base no dispositivo conectado a ele. Assim que o switch detecta a conexão de um novo dispositivo em uma de suas portas, ele aplica configurações específicas a esse dispositivo, permitindo direcionar os melhores recursos para os dispositivos que mais precisam.

Por exemplo, ao conectar um telefone IP em uma porta configurada com Auto Smartports, automaticamente será aplicada uma configuração de qualidade, recursos e segurança para garantir uma melhor experiência no tráfego de voz.

Site TW Solutions

2018-11-23T18:32:33+00:00segunda-feira, 21 novembro 2016|Equipamentos VoIP|0 Comentários

Sobre o Autor:

Trabalha com sites, SEO e produção de conteúdo para a web. Em 2011 criou a Pandartt e hoje assume a direção da agência. Paralelamente, tem outros quatro projetos: Mapa dos Bichos, Viva Com Felicidade, O Nexxus e BlogGeek.

Deixar Um Comentário